Tendências em Jeans, Denim e Brim
Vicunha Têxtil

CASA DE CRIADORES APONTA CAMINHOS PARA O FUTURO DA MODA

21 de Outubro de 2015

A Vicunha Têxtil esteve mais uma vez nas passarelas da Casa de Criadores. O evento que inaugura a temporada de desfiles nacionais do Inverno 2016 terminou na última sexta-feira (16.10) e revelou muito mais do que novos talentos. Os estilistas que apresentaram suas coleções nas passarelas do Campo de Marte, em São Paulo, mostraram como o mercado de moda é promissor, criativo e dinâmico.

Abrindo as apresentações, Heloisa Faria mostrou uma coleção ultrafeminina, promovendo uma “jornada de descobrimento” da mulher por meio das roupas. “Ela viaja pelo tempo descobrindo o que pode levar no caminho e busca elementos que a proteja. O jeans é muito importante, pois envolve seu corpo e oferece segurança, sendo o ponto chave da coleção”, conta Heloisa. A estilista usou o Denim Premium Adele em um vestido fluído e sobreposto. A coleção também contou com uma jaqueta preta feita com a sarja Baldwin e com bordados nas costas.

No terceiro dia, Ben e Karin Feller foram destaques com suas coleções praticamente opostas. O eclético Ben trouxe peças exclusivas e apostou no mix preto e branco, com figuras geométricas e um ar de androgenia. O estilista usou as sarjas Vic Max, em uma moderna saia masculina preta com diversas camadas, e Cher em uma jaqueta dark com acabamento resinado. "Os brins Vicunha se encaixam perfeitamente na proposta desta coleção, por serem tecidos austeros, contemporâneos e, ao mesmo tempo, leves e confortáveis", explica Ben.

Karin Feller encantou a plateia mais uma vez com sua coleção animada e multicolorida, com estampas que se misturavam em diversas geometrias. A leveza das peças se complementou com a alfaiataria, transmitindo feminilidade e elegância. Para isso, a sarja Kidman, da Vicunha, apareceu em shorts e calças skinny de cintura alta na cor gelo, sendo curinga na coleção.

Fechando a semana, Ocksa desfilou pela terceira vez no evento e trouxe uma coleção minimalista e com diversidade de materiais. O brim Andrews de tonalidade escura deu vida a três looks estruturados e com pegada de alfaiataria. Um blazer com recortes, uma camiseta leve e uma calça com ribana em moletom foram as escolhas da estilista para usar a sarja. “Adorei usar o tecido da Vicunha devido ao seu incrível toque, elasticidade e aparência mutável, que se transforma, dando vida para as minhas criações. Iremos repetir a dose”, comemora Deisi Witz, estilista da marca.