Tendências em Jeans, Denim e Brim
Vicunha Têxtil

FOLK COM TRAÇOS DA CULTURA AFRICANA É TENDÊNCIA PARA O JEANS

23 de Dezembro de 2015

Já consagrado no universo da moda, o estilo folk vem recebendo diferentes interpretações e se modificando a cada temporada. O termo, sempre constante no vocabulário fashion, faz referência a elementos rústicos, artesanais e naturais inspirados no folclore, no resgate de tradições antigas e na valorização de culturas exóticas. Muito presente no jeanswear, os looks acompanham os novos direcionamentos desta tendência e aparecem com acabamentos, lavagens e efeitos diferenciados.

Para as próximas temporadas, uma forte influência da cultura africana deve ganhar espaço nas criações. É o que aponta a Vicunha Têxtil, maior produtora mundial de índigos e brins. Denominada de Roots Recap, a nova trend confere ao folk um olhar baseado na grande conscientização sobre a importância da cultura negra para o mundo. Neste universo, as composições expressam uma mensagem positiva de tolerância e reconhecimento do valor da identidade africana.

“Em Roots Recap, o folk é influenciado pela cultura africana e o jeanswear interpreta este estilo com tecidos e interferências como tingimentos, lavagens e customizações artesanais,” explica Lorena Botti, cool hunter da Vicunha. O artesanato influencia o design do jeans com efeitos de texturas como desfiados localizados, bordados multicoloridos e macramê. Técnicas da tradição têxtil africana, como adire e batik, inspiram também lavagens manchadas.

Conforto e movimento são outros fatores importantes e aparecem nos denims e sarjas com tecidos leves de fibras naturais, contribuindo para criações de formas fluidas. Os shapes femininos são marcados por detalhes como babados assimétricos e bainhas desfiadas, complementando o visual rústico. No masculino, o workwear influencia visuais amplos e levemente quadrados, com costuras aparentes que adornam, em grande parte, os tops.

“O interesse por elementos folclóricos e étnicos e o resgate de costumes tradicionais, assim como a valorização de culturas diferentes e exóticas, abrem caminho a um universo muito rico de interpretações e referências e isso nos proporciona releituras incríveis sobre um mesmo estilo”, complementa Lorena.